segunda-feira, março 12, 2007

Conclusões

Ninguém lê o Público. O David já tinha andado a dizer que o grafismo do novo P era capaz de levantar um morto da campa, nem que seja para se pôr a milhas...
De facto as audiências cresceram, mas não sou uma estrela da blogoesfera. Já passaram cerca de três dias e ninguém me convidou para substituir o Portas no Estado da Arte.
Já perdi a esperança. A sorte é que pelo menos o Corta-Fitas é mais lido que o P, e com os dois destaques que o Pedro Correia lá deixou para o Suburbano, lá se tem alimentado o Sitemeter com a nossa pobreza franciscana… :)

1 comentário: