segunda-feira, abril 16, 2007

Polónia

A blogosfera, apesar de tudo, pode ser utilizada para fazer convergir pessoas sobre ideias e manifestações de defesa de princípios comuns a todos. É o caso da iniciativa que aqui se subscreve.
O Max do Devaneios lançou uma campanha à qual (como seu leitor habitual) não tenho qualquer dificuldade em aderir. Enviar um mail à embaixada polaca e solicitar a outros que o façam também. E porquê a embaixada polaca? Porque a Polónia vendeu caro a sua entrada para a União Europeia e agora que pertence, esqueceu totalmente os princípios que norteiam esta Europa, ignora os valores da democracia, a igualdade de oportunidades e os direitos humanos e alimenta extremismos vários, que encontram reflexo nos extremismos de outros países europeus.
Tudo sobre a liderança dos evil twins Kaczynski e dos seus amigos do partido das famílias polacas. Enquanto isso a União Europeia assobia para o lado enquanto vê crescer a perseguição a judeus, homossexuais, ex-comunistas e mulheres em nome de uma determinada purificação da sociedade polaca através do ensino do anti-semitismo e da homofobia.
Uma leitura atenta das etiquetas: anti-semitismo, extrema-direita, homofobia, polónia, xenofobia no Devaneios pode ajudar a compreender.
Embaixada da Polónia em Lisboa (politica.embpol@mail.telepac.pt).


"Exmo Sr Embaixador da Polónia,

Ciente do árduo percurso do Povo do seu país rumo a uma Democracia expurgada de totalitarismos como os que historicamente se abateram sobre a Polónia, é com genuína inquietação que assisto à implementação de medidas governativas tendentes a instaurar um clima de desrespeito pelos mais basilares Direitos Humanos. As soluções propugnadas pelo executivo de Varsóvia, ao terem como consequência o desrespeito pela liberdade de não prossecução de um dado credo, a perseguição de minorias sexuais e modelos familiares atípicos, assim como as sugestões vindas a público de uma proibição total do aborto ou, por outro lado, a apologia da pena de morte feita por alguns membros do Executivo que representa, traduzem uma divergência inaceitável com os valores que assumimos comuns nesta União Europeia.
Ciente que o Povo polaco, como outrora, saberá levantar-se contra a instauração da intolerância e do desrespeito pela dignidade humana, junto de vós lavro o presente protesto."

2 comentários:

JÚLIO SILVA CUNHA disse...

"...ignora os valores da democracia..."
Parece-me uma acusação algo inócua!Nem sempre podem ganhar os
"nossos" candidatos, mas não é por isso que a Polónia deixa de ser uma democracia...os manos diabólicos foram estrelas do regime comunista; são vítimas da doutrinação marxista!
J.

José Raposo disse...

Júlio parece-me que a discriminação e a perseguição de outros com base nas suas crenças ou estilos de vida constitui uma violação dos valores da democracia como eu a entendo. Talvez não da democracia e por isso eles estão no poder. Mas tb não foi isso que eu escrevi.
Naturalmente que tinha de acabar por haver uma fonte comunista nisto tudo, não era?