quarta-feira, novembro 29, 2006

Solitariedades - Crise Madrasta

Pelos vistos, a crise é como a sorte - madrasta para alguns...
"A Madrasta", quadro de Paula Rêgo, foi vendido por 220 mil euros. Se não me falha a matemática qualquer coisa como 44 mil contos dos antigos...
Mas descansem as almas preocupadas com a emigração da arte nacional!!! "A Madrasta" fica em Portugal!!! É verdade, parece que não é só a Ferrari a aumentar o volume de vendas por estas bandas ou os Duplex a vender que nem caramelos...
À falta de melhor, e de 220 mil euros, tomem lá "A Madrasta":


3 comentários:

José Raposo disse...

Não tens visto os duplex's que se vendem lá para os meus lados pois não?
É que de duplex apenas têm o facto de serem em mais de um andar...

pouremuz disse...

Não. Mas não me referia a Duplex's suburbanos...

ANA disse...

Respeito muito a ARTE, até porque estou ligada a ela de modo profundo. O nome Paula Rego ganhou nome desde que foi para o estrangeiro, porque antes, e disso estou bem informada, não era conhecida neste "Jardim à beira-mar plantado". Reconheço que a artista possui uma técnica de pintura e de desenho excelentes, mas as suas obras são um verdadeiro PESADELO, e lamento que Portugal, já tão sobrecarregado de problemas e pesadelos, tenha que ficar com mais um a pesar-lhe nas costas. Existem tão excelentes artistas em Portugal e no mundo, que francamente.... é preciso não ter olhos na cara e possuir uma enorme inconsciência para que um quadro destes mereça tão alto valor. Considero uma verdadeira AFRONTA!