quinta-feira, dezembro 07, 2006

Otário

Actualize o seu dicionário…
Otário – individuo que defende, com ardor mas sem argumentos, a construção do Aeroporto da Ota.

Quem é que já me terá chamado isto? :)

4 comentários:

cuotidiano disse...

Independentemente de se defender ou não a existência de novo aeroporto, convinha olhar AGORA para o local onde se pretende implantá-lo. Para além de actualmente estar COMPLETAMENTE inundado (se o "Suburbano" quiser, enviar-lhe-ei planta da zona,com as linhas de água existentes), é uma zona de grandes nevoeiros, onde já tem havido inúmeros desastres aéreos, consequência disso mesmo.

Curiosamente, e se "olharmos" com imparcialidade e distanciamento, este "sítio" tem todas as potencialidades para NÃO ser um aeroporto - A prova disso é o miserável estudo hidráulico, ao alcance de todos na Internet que, só de uma forma estranha, enviesada, falaciosa e retorcida é que acha que "ali está óptimo"...

É o país que temos, em que os políticos comandam os coberdes técnicos que temos...

Espero que o tema tenha desenvolvimento para que os portugueses tenham a noção que vão pagar, pelo menos, 5x mais do que o previsto pelo aeroporto...

Enfim, daqui a uns anos decerto que este "post" será aqui referido e, provavelmente, verão que o custo ainda foi maior do que o que estou a referir - infelizmente, estou convisto que irei acertar...

Um abraço

LFM disse...

Otário é pouco...

José Raposo disse...

Cuotidiano, já escrive vários posts sobr eo assunto. Este era uma brincadeira.
A mim tanto me faz que seja na OTA ou na Amareleja. O que para mim é irresponsável e até mesmo perigoso é dizer-se que um novo aeroporto não faz falta nenhuma.

Sobre este assunto: http://joseraposo.blogspot.com/2006/01/quando-politica-s-confunde.html

Mas uma pesquisa por OTA tb resulta noutros textos :)

Abraço

cuotidiano disse...

Lamento mas discordo - esta localização é, no mínimo, estranhíssima, atendendo, no mínimo, às condições hidráulicas e hidrológicas do local - por isso, para mim, não é "tanto me faz o local".

Acho apenas, e como é evidente, que o mesmo teria de ser criteriosamente escolhido e não ao sabor de interesses políticos e, eventualmente, outros que desconheço.

Já agora, eu nunca disse que não faz falta um novo aeroporto- o que eu digo é que aquele local, do que eu conheço e tenho analisado profissionalmente por diversos meios e motivos, seria a evitar.

Claro que o argumento seguinte será "conhecerei todos os outros locais e condicionantes? " Claro que não - mas desconfio logo quando me tentam provar que é extraordinária uma solução que, no mínimo, é duvidosa e que, tecnicamente (pelo menos na minha área...) é um perfeito disparate!

Um abraço